sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Nixon, é você??

No auge das manifestações da “revolta do busão” em Natal, quando meia centena de estudantes esquerdistas fecharam ruas e a câmara dos vereadores, a então prefeita da cidade Micarla de Sousa, do Partido Verde, amargava altos índices de impopularidade.
Seu perfil de mulher frágil, pequenina, sofrendo quedas de pressão arterial, e mãe de duas crianças, não foi motivo para aplainar a ira radical dos blogueiros e tuiteiros do PT que pregavam o seu impeachment utilizando piadas chulas e palavrões contra ela.
Desde a noite de ontem, quando o Brasil presenciou o maior massacre imposto por um candidato a outro em toda a história da Presidência da República, durante o debate no SBT, a militância petista vomita desaforos contra Aécio Neves por ter vencido a peleja.
Usam dos mais farisaicos argumentos e levantam as mais ridículas teses de violência contra a mulher para disfarçar o visível despreparo da presidente Dilma Rousseff diante da oratória do neto de Tancredo Neves, que simplesmente atropelou a candidata.
Os mesmos personagens medíocres que não respeitaram a condição de mãe e esposa da prefeita de Natal em 2013 quando a vestiram de adjetivos maledicentes, agora resmungam em favor de Dilma lembrando que a mesma é mãe, avó e sexagenária.
Uma defesa risível para esconder a derrota no debate, posto que Aécio Neves bateu duro dentro dos limites das regras do confronto e da civilidade, exceto quando devolveu na mesma moeda a citação da sua irmã, covardemente atacada com as mentiras petistas.
O que se viu ontem nas telas do SBT e do portal UOL e se ouviu pela rádio Jovem Pan foi um momento histórico para ficar nos anais da nossa vida republicana e democrática; o dia em que o senador Aécio Neves desmontou a toda poderosa presidente do país.
Dilma não foi derrotada nos ataques do adversário, mas no retorno das suas próprias agressões gratuitas, forjadas no tom do marqueteiro João Santana, que ontem parece ter rejeitado o ponto eletrônico. O joystick imaginário não fez dela um invencível androide.
Quanto mais levantava denúncias estéreis contra Aécio, mais o tucano se fortalecia nas réplicas e ocupava o centro do ringue arbitrado pelo jornalista Carlos Nascimento, cujas discrição e formalidade engrandeceram o evento, que chegou à vice-liderança do Ibope.
O candidato do PSDB já dominava o embate quando a própria petista cavou o buraco de onde não conseguiria mais sair até o final. Acusou Aécio de nepotismo e este devolveu com uma sinecura do irmão dela, Igor Rousseff, nomeado num cargo fantasma.
Quem assistiu por sinal HD viu perfeitamente os olhos de Dilma marejarem e a parti daí seu semblante foi ganhando um tom de desconforto que se misturava aos trejeitos de uma face exibindo seu costumeiro mau humor que nem o marketing consegue esconder.
Sempre que as câmeras fechavam nos rostos dos dois debatedores, eu me lembrava do mais importante debate político do século XX, na noite de 26 de setembro de 1960, nos estúdios do canal CBS, em Chicago, nos EUA. John Kennedy versus Richard Nixon.
Foi a primeira vez que a TV americana transmitiu um debate entre dois candidatos à Casa Branca, exatamente num momento histórico crucial para um país envolvido na Guerra Fria com a Rússia e temeroso com o avanço comunista na vizinha ilha de Cuba.
Nixon, assim como Dilma, representava o poder em exercício, elevado à condição de líder pelo popular presidente Dwight Eisenhower. Kennedy, como Aécio, era um jovem senador tentando conquistar um sonho que já fora do seu velho e bom articulador pai.
O debate marcou o princípio de uma nova era na formação de uma imagem de homem público e popularizou o marketing político pelo mundo todo. Encerrou com Nixon suando a cântaros, o cansaço no rosto, enquanto JFK exibia uma expressão de estadista.
Eu vi Nixon dentro daquele vestido verde da Dilma, li nas entrelinhas das suas perguntas o desespero de um partido movido a ódio, percebi no seu mal estar a derrota anunciada nas pesquisas. Não era uma mulher agredida, e sim um candidato perdido.
Não cabe nenhuma crítica a Aécio Neves no âmbito das relações civilistas entre um homem e uma mulher. A cantilena dos petistas nas redes sociais é um simulacro de indignação humanista. O que houve ontem foi uma surra de imposição republicana.
Mais que isso, ontem a TV brasileira transmitiu a História ao vivo, expondo uma presidente-candidata exaurida emocional e fisicamente. Sorte que numa São Paulo árida alguém encontrou um copo de água, o mesmo elemento do frio suor dela e de Nixon.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Contador de acessos

Marcadores

pt (25) enquete (17) Dilma (15) cinema (15) brasil (12) futebol (11) f1 (10) corrupção (9) esporte (9) desgoverno pt (8) mensalão (8) comunismo socialismo (7) curiosidade (7) eua (7) lula (7) Lula corrupto (6) corruptos (6) humor (6) comunistas (5) copa 2014 (5) mundial (5) tv (5) youtube (5) Thatcher (4) basquete (4) derrota (4) esquerda (4) filme (4) governos militares (4) presidente (4) Estátua de lula (3) Reagan (3) economia (3) eleição (3) globo (3) lulálcool (3) natal (3) orkut (3) tecnologia (3) video (3) 31 de Março (2) 80s (2) Brasileiros (2) Carros caros (2) Flashback (2) Forró (2) Impeachment (2) Itamar Franco (2) Mixed set (2) Natal 2014 copa (2) PC do B (2) Piada besta (2) TV aberta (2) ayrton (2) battisti (2) bin laden (2) bolsa família (2) chavez (2) che assassino (2) deputados (2) e-mail (2) escandalo (2) esquerdismo (2) família sadia (2) feminismo (2) gisele bundchen (2) governador (2) idiotas úteis (2) inflação (2) inglaterra (2) justiça (2) marxismo (2) marxistas (2) mentira (2) micarla (2) mixtape (2) mulher (2) neymar (2) obama (2) pachecada (2) politicamente incorreto (2) porno (2) quadrilha do pt (2) racismo (2) ronaldinho (2) set mixado (2) stf (2) venezuela (2) viadagem (2) violencia (2) 1000 gols (1) 1000 postagens (1) 2011 (1) 27 anos (1) 60000 VISITAS (1) 7 de setembro (1) ABC FC (1) Adesivo para carro (1) Amy and Tony (1) Arena das dunas (1) BBB (1) Bolsonaro (1) Capitalismo (1) Comissão da verdade (1) Comunismo (1) Dance music (1) Diário de Natal (1) Do Fundo do Baú (1) Dominguinhos (1) Dívidas interna e externa (1) Elefante contra leões (1) Eleições livres (1) Elvis Preley (1) FHC (1) FHC demagogo (1) Feliz Natal (1) Fidel Castro (1) Franklin Martins (1) Gaddafi (1) Hugo Chavez (1) INELEGIVEIS (1) Igreja Católica (1) Jabor (1) Jesus Cristo (1) José alencar (1) Juizes e promotores (1) Lampião (1) Lula bêbado (1) Lula comunista (1) Lula e Fidel (1) Lula mentiroso (1) Lula multado (1) Luladrão (1) Mano Brown (1) Michael Jackson (1) Monteiro lobato (1) Mulheres (1) OVNIs (1) PM (1) Padre Fábio (1) Padre Marcelo Rossi (1) Pai nosso (1) Palocci (1) Patrulha ideológica (1) Paul McCartney (1) Paul o polvo (1) Petismo (1) Petralha (1) Prof.Amanda (1) Páscoa (1) Quem sou eu (1) Radicalismo gay (1) Roberto Carlos (1) Saramago (1) Serra 45 (1) Sousa (1) Trump (1) Twitter (1) Túlio maravilha (1) Wagner Moura (1) acessoria (1) adeus cachorro (1) afeganistão (1) amazonia (1) amigos (1) américa rn (1) anatomia de um nordestino (1) anticomunismo (1) arnaldo jabor (1) arte moderna (1) atraso nas obras (1) baianos (1) barretos (1) biografia (1) boca juniors (1) bozo (1) brasileiros otários (1) briga de gato (1) bueno (1) cai-cai (1) caiu na merda (1) calcinha (1) campeão (1) capoeira (1) carlinhos cachoeira (1) carnatal (1) carnaval não presta (1) carros e educação (1) cartas de natal (1) cbf (1) celulas-tronco (1) censo 2010 (1) charge (1) charme funk (1) chavismo (1) chivas 18 (1) chuva (1) chávez (1) cicarelli (1) cleber machado (1) comportamento (1) congresso nacional (1) congresso nacional do PT (1) conquista amorosa (1) conselho médico (1) coreia (1) costinha (1) cpi (1) craques (1) criança esperança (1) crise econômica (1) crise grega (1) crueldade com animais (1) cruz tribunais (1) cuba (1) dance underground 90s (1) demagogia (1) democracia (1) desarmamento (1) desrespeito religioso (1) destruição da família (1) didi (1) ditabranda (1) documentario (1) educação (1) ensino (1) entrevista (1) escroto (1) espanha (1) esquerda x direita (1) falência (1) ferias (1) ferreira gullar (1) fifa (1) fisiologismo (1) floresta (1) fora mano menezes (1) fracasso (1) futebol brasileiro (1) g1 (1) galvão (1) gasolina (1) gatos (1) governadores (1) gp (1) gretchem (1) guerra (1) gugu (1) henrique alves (1) herança maldita (1) heróis de filmes (1) heterossexual (1) hipocrisia contra a policia (1) homem (1) house music (1) humberto (1) igrejas evangélicas (1) impostos (1) imprenssa (1) internet (1) iraque (1) islamismo (1) jameson (1) jenna (1) jong-il (1) julgamento (1) juliana (1) kim (1) legalização (1) lewandowski (1) livros (1) locadora de mulher (1) luiz gonzaga (1) lulálcool bêbado (1) maconha (1) malandro (1) mandato (1) marcha das vadias (1) maçom (1) mega sena (1) memes dirty harry (1) miami (1) mixagens (1) morte de bezzero (1) mudanças sociais (1) musica (1) médicos cubanos (1) música (1) negra (1) nelson (1) nelson motta (1) nelson rodrigues (1) nina a hamster (1) nordeste (1) norte (1) oscar (1) paes (1) pan (1) paraguai (1) parreira (1) pedofilia (1) pele (1) pena de morte (1) piadas machistas (1) pirataria (1) playboy (1) podcast (1) politica brasileira (1) politica e internet (1) politica externa (1) política (1) ponta (1) povo (1) presidio (1) preto (1) professores (1) progressismo (1) ptc (1) rbd (1) reforma política (1) religião (1) remix (1) repressão (1) reveillon (1) ricardo texeira (1) rio são francisco (1) rolezinhos (1) romario (1) rosalba (1) rugby (1) sabão omo (1) saddan (1) sampa (1) sbt (1) senado (1) sergio (1) sergio cabral (1) severino (1) sexo e saúde (1) som automotivo (1) sos (1) steve jobs (1) suicidas úteis (1) terrorismo no brasil (1) times odiados (1) tiririca (1) torcer futebol (1) transposição (1) tribunais brasileiros (1) turistas (1) universidade (1) vagabundagem (1) vexame brasileiro (1) viado e sapatão (1) vice (1) violência (1) viver (1) volei (1) xaxá (1) xeque (1) yoani sánchez (1) zé lezin (1)
Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!