segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Islamismo = Radicalismo

A histeria muçulmana é o avanço da cegueira sobre a razão.

Um representante do islamismo mentiu certa vez no Bom Dia Brasil – nas primeiras escaramuças contra chargistas europeus – dizendo que a reação teria sido a mesma se as charges fossem de Jesus, Moisés ou Abraão, todos considerados pelo livro sagrado muçulmano também profetas do deus uno, sendo Maomé o último a aportar entre os mortais. Mentiu. Jamais se ouviu qualquer indignação no Oriente por causa de chacotas com imagens dos cristãos.

Eu não contive a ojeriza quando vi a primeira vez um filmete escrachando a imagem de Cristo. O vídeo, bastante reproduzido, começa com um pôr do Sol de fundo, um ator na pele de Jesus meditando em primeiro plano e a abertura da famosa música “I Will Survive”, sucesso perpétuo da cantora Gloria Gaynor.
Um dos hits prediletos das bibas, a canção é um clássico das boates e tem um ritmo que se acelera, como se seguisse o efeito da bebida sobre o desbunde de bichas numa pista de dança cheia de garotos anabolizados. Quando encerra a introdução (da música), o Jesus levanta num surto de boiolagem e sai bailando, cantarolando na voz de Gaynor.
Num show de trejeitos gays, o ator sai pelas ruas soltando a franga, rebolando e atraindo olhares curiosos. Atira fora o manto e segue na sua caminhada tresloucada só de fralda, ou seja lá como se chama um lençol entrelaçado cobrindo as partes pudicas. O ritmo, o desbunde e o próprio filmete se interrompem bruscamente quando Jesus vai atravessar, sempre dançando, um cruzamento. É levado, arrebatado, por um ônibus.
Duvido que um representante do Corão, se assistiu ou soube disso, tenha a mesma reação quanto às charges de Maomé, algumas inclusive de baixa qualidade artística, como as que vi em jornais da Bélgica e Dinamarca. Achincalhe com outras religiões sempre houve e não mereceu a mesma histeria que explode no mundo muçulmano. A questão é que o tal mundo plano que fala Thomas Friedman, e que no fundo é a versão futura da velha aldeia global de McLuhan, fundiu a cuca do fundamentalismo.
A charge serve apenas de estopim para uma crise de convivência que já tinha uma caricatura pronta. As conquistas do Ocidente não cabem em alguns mundinhos tribais do Oriente. A liberdade de expressão é nosso símbolo mais valioso, uma das pedras fundamentais onde se alicerçam as sociedades democráticas. E como nas democracias o Estado há de ser laico, o sagrado passa a ser a liberdade. Portanto maior que toda e qualquer concepção religiosa, por mais respeitáveis que possam ser.
O planeta diminuiu com a globalização, o tempo encurtou e as distâncias são apenas virtuais. Os meses que levaram para a carta do Pero Vaz atravessar o Atlântico viraram horas de avião, minutos por rádio e TV e frações de segundos via e-mail e redes sociais. A Torre de Babel ficou com as vísceras expostas.
Os fundamentalistas querem compor uma versão do horror para a teoria do caos da Física contemporânea, onde o cientista James Gleick pregou que se uma borboleta batesse as asas num lado do planeta provocaria um tufão no outro lado.
Lembro que fazia quatro meses que o jornal dinamarquês Jyllands-Posten havia publicado uma charge de Maomé, mas a histeria só explodiu depois, provocando aquelas queimas de carros em Paris. O conflito estava para explodir por um conjunto de componentes religiosos, ideológicos e sociais.
Setores radicais do islamismo querem impor seus preceitos ao outro lado do mundo. É a intolerância pela aproximação da vizinhança com a globalização. Se Maomé casou com uma menina de dez anos, não é por respeito aos cultos que ocidentais comerão criancinhas, com a devida vênia de antigos comunistas e novos marxistas de shoppings centers.
O filme de internet com Jesus dançando o hit dos transformistas é um oceano no copo d`água de uma charge com Maomé, e no entanto não levou cristãos às ruas em convulsão coletiva ou provocou assassinatos de jornalistas. O desenho que setores do islamismo quer é outro: a intolerância.
Querem dar ao multicolorido mundo civilizado as pinceladas opacas de uma vida com uma cor só. Pregam a não idolatria das imagens, mas acham que podem impor ao Ocidente sua religião como única imagem de fé e felicidade. Prefiro a fertilidade do livre pensamento. Não é na Dinamarca, enfim, que existe algo de podre.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Contador de acessos

Marcadores

pt (25) enquete (17) Dilma (15) cinema (15) brasil (12) futebol (11) f1 (10) corrupção (9) esporte (9) desgoverno pt (8) mensalão (8) comunismo socialismo (7) curiosidade (7) eua (7) lula (7) Lula corrupto (6) corruptos (6) humor (6) comunistas (5) copa 2014 (5) mundial (5) tv (5) youtube (5) Thatcher (4) basquete (4) derrota (4) esquerda (4) filme (4) governos militares (4) presidente (4) Estátua de lula (3) Reagan (3) economia (3) eleição (3) globo (3) lulálcool (3) natal (3) orkut (3) tecnologia (3) video (3) 31 de Março (2) 80s (2) Brasileiros (2) Carros caros (2) Flashback (2) Forró (2) Impeachment (2) Itamar Franco (2) Mixed set (2) Natal 2014 copa (2) PC do B (2) Piada besta (2) TV aberta (2) ayrton (2) battisti (2) bin laden (2) bolsa família (2) chavez (2) che assassino (2) deputados (2) e-mail (2) escandalo (2) esquerdismo (2) família sadia (2) feminismo (2) gisele bundchen (2) governador (2) idiotas úteis (2) inflação (2) inglaterra (2) justiça (2) marxismo (2) marxistas (2) mentira (2) micarla (2) mixtape (2) mulher (2) neymar (2) obama (2) pachecada (2) politicamente incorreto (2) porno (2) quadrilha do pt (2) racismo (2) ronaldinho (2) set mixado (2) stf (2) venezuela (2) viadagem (2) violencia (2) 1000 gols (1) 1000 postagens (1) 2011 (1) 27 anos (1) 60000 VISITAS (1) 7 de setembro (1) ABC FC (1) Adesivo para carro (1) Amy and Tony (1) Arena das dunas (1) BBB (1) Bolsonaro (1) Capitalismo (1) Comissão da verdade (1) Comunismo (1) Dance music (1) Diário de Natal (1) Do Fundo do Baú (1) Dominguinhos (1) Dívidas interna e externa (1) Elefante contra leões (1) Eleições livres (1) Elvis Preley (1) FHC (1) FHC demagogo (1) Feliz Natal (1) Fidel Castro (1) Franklin Martins (1) Gaddafi (1) Hugo Chavez (1) INELEGIVEIS (1) Igreja Católica (1) Jabor (1) Jesus Cristo (1) José alencar (1) Juizes e promotores (1) Lampião (1) Lula bêbado (1) Lula comunista (1) Lula e Fidel (1) Lula mentiroso (1) Lula multado (1) Luladrão (1) Mano Brown (1) Michael Jackson (1) Monteiro lobato (1) Mulheres (1) OVNIs (1) PM (1) Padre Fábio (1) Padre Marcelo Rossi (1) Pai nosso (1) Palocci (1) Patrulha ideológica (1) Paul McCartney (1) Paul o polvo (1) Petismo (1) Petralha (1) Prof.Amanda (1) Páscoa (1) Quem sou eu (1) Radicalismo gay (1) Roberto Carlos (1) Saramago (1) Serra 45 (1) Sousa (1) Trump (1) Twitter (1) Túlio maravilha (1) Wagner Moura (1) acessoria (1) adeus cachorro (1) afeganistão (1) amazonia (1) amigos (1) américa rn (1) anatomia de um nordestino (1) anticomunismo (1) arnaldo jabor (1) arte moderna (1) atraso nas obras (1) baianos (1) barretos (1) biografia (1) boca juniors (1) bozo (1) brasileiros otários (1) briga de gato (1) bueno (1) cai-cai (1) caiu na merda (1) calcinha (1) campeão (1) capoeira (1) carlinhos cachoeira (1) carnatal (1) carnaval não presta (1) carros e educação (1) cartas de natal (1) cbf (1) celulas-tronco (1) censo 2010 (1) charge (1) charme funk (1) chavismo (1) chivas 18 (1) chuva (1) chávez (1) cicarelli (1) cleber machado (1) comportamento (1) congresso nacional (1) congresso nacional do PT (1) conquista amorosa (1) conselho médico (1) coreia (1) costinha (1) cpi (1) craques (1) criança esperança (1) crise econômica (1) crise grega (1) crueldade com animais (1) cruz tribunais (1) cuba (1) dance underground 90s (1) demagogia (1) democracia (1) desarmamento (1) desrespeito religioso (1) destruição da família (1) didi (1) ditabranda (1) documentario (1) educação (1) ensino (1) entrevista (1) escroto (1) espanha (1) esquerda x direita (1) falência (1) ferias (1) ferreira gullar (1) fifa (1) fisiologismo (1) floresta (1) fora mano menezes (1) fracasso (1) futebol brasileiro (1) g1 (1) galvão (1) gasolina (1) gatos (1) governadores (1) gp (1) gretchem (1) guerra (1) gugu (1) henrique alves (1) herança maldita (1) heróis de filmes (1) heterossexual (1) hipocrisia contra a policia (1) homem (1) house music (1) humberto (1) igrejas evangélicas (1) impostos (1) imprenssa (1) internet (1) iraque (1) islamismo (1) jameson (1) jenna (1) jong-il (1) julgamento (1) juliana (1) kim (1) legalização (1) lewandowski (1) livros (1) locadora de mulher (1) luiz gonzaga (1) lulálcool bêbado (1) maconha (1) malandro (1) mandato (1) marcha das vadias (1) maçom (1) mega sena (1) memes dirty harry (1) miami (1) mixagens (1) morte de bezzero (1) mudanças sociais (1) musica (1) médicos cubanos (1) música (1) negra (1) nelson (1) nelson motta (1) nelson rodrigues (1) nina a hamster (1) nordeste (1) norte (1) oscar (1) paes (1) pan (1) paraguai (1) parreira (1) pedofilia (1) pele (1) pena de morte (1) piadas machistas (1) pirataria (1) playboy (1) podcast (1) politica brasileira (1) politica e internet (1) politica externa (1) política (1) ponta (1) povo (1) presidio (1) preto (1) professores (1) progressismo (1) ptc (1) rbd (1) reforma política (1) religião (1) remix (1) repressão (1) reveillon (1) ricardo texeira (1) rio são francisco (1) rolezinhos (1) romario (1) rosalba (1) rugby (1) sabão omo (1) saddan (1) sampa (1) sbt (1) senado (1) sergio (1) sergio cabral (1) severino (1) sexo e saúde (1) som automotivo (1) sos (1) steve jobs (1) suicidas úteis (1) terrorismo no brasil (1) times odiados (1) tiririca (1) torcer futebol (1) transposição (1) tribunais brasileiros (1) turistas (1) universidade (1) vagabundagem (1) vexame brasileiro (1) viado e sapatão (1) vice (1) violência (1) viver (1) volei (1) xaxá (1) xeque (1) yoani sánchez (1) zé lezin (1)
Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!